Quarta-feira, 9 de Julho de 2008
Mia Couto

VENENOS DE DEUS REMÉDIOS DO DIABO

 

Um fabuloso livro a não perder!

" Aos dez anos todos nos dizem que somos espertos, mas que nos faltam ideas próprias. Aos vinte anos dizem que somos muito espertos, mas que não venhamos com ideias. Aos trinta anos pensamos que ninguém mais tem ideias. Aos quarenta achamos que as ideias dos outros são todas nossas. Aos cinquenta pensamos com suficiente sabedoria para já não ter ideias. Aos sessenta ainda temos ideias mas esquecemos do que estávamos a pensar. Aos setenta só pensar já nos faz dormir. Aos oitenta só pensamos quando dormimos."

"Fala de Bartolomeu Sozinho, personagem do livro"

 

 

 


tags:

publicado por mborges às 23:59
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De ldiogo a 17 de Julho de 2008 às 10:22
E, como se costuma dizer, “nada mais há a acrescentar”. É o Mia Couto e está tudo dito.

“Não saberei nunca

dizer adeus



Afinal,

só os mortos sabem morrer



Resta ainda tudo,

só nós não podemos ser



Talvez o amor,

neste tempo,

seja ainda cedo



Não é este sossego

que eu queria,

este exílio de tudo,

esta solidão de todos



Agora

não resta de mim

o que seja meu

e quando tento

o magro invento de um sonho

todo o inferno me vem à boca



Nenhuma palavra

alcança o mundo, eu sei

Ainda assim,

escrevo”.





Mia Couto


Comentar post

Coisas da Vida
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Filarmónica

Locais de Escrita - Romar...

O Henrique "partiu"

Mia Couto

OLA - Orquestra Ligeira M...

Por caminhos...

Sem palavras...

Bobby McFerrin e Mocarta

Grupo Mocarta

Jorge Coelho

arquivos

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

tags

todas as tags

links